Homilia da Solenidade da Imaculada Conceição da Virgem Maria.

Informações básicas

– A Concepção Imaculada de Maria é início da Redenção.

– Oração –  Preparastes uma digna habitação para o Vosso Filho.

– Leituras: Gn 3,9-15.20 ; Sl 97(98),1.2-3ab.3cd-4 (R. 1a); Ef 1,3-6.11-12; Lc 1,26-38.

Alegra-te, cheia de graça!

Assim o Arcanjo Gabriel saúda a Virgem Maria, reconhecendo-a com o título solene: “cheia de Graça”. Ele não a chama pelo nome, mas lhe confere este título, que significa: transformada pela Graça, completamente renovada pelo Amor Onipotente de Deus.

Por este motivo, a Igreja pôde afirmar solenemente (como Dogma de Fé) que Maria é Cheia de Graça, desde a sua concepção. Quando concebida no ventre de sua mãe (que a Tradição chamou de Ana), Maria não possuía nenhum traço do pecado original. E desde a sua concepção, ela foi preservada por Deus.

250px-0_limmaculee_conception_-_p-p-_rubens_-_prado_-_p1627_-_2A Imaculada Conceição não se refere à concepção virginal de Jesus, mas sim, ao primeiro instante da existência de Maria. Naquele momento, a Graça de Deus a salvou por antecipação em vista e pelos méritos de Cristo, seu Filho. É a primeira a ser redimida por Ele. Nela, “Toda Bela” toda pura, se manifesta o poder da Graça de Deus. Quer dizer que, em Maria, o pecado não é apenas coberto, oculto ou ignorado, mas sim, eliminado.

Em nossa vida, o mal/pecado ainda existe. Contudo, a Redenção que Cristo nos oferece não é ficção: um fingir estar purificado. Como alguém que varre a casa, e no fim empurra toda a sujeira para debaixo da cama. Então, basta apagar a luz e o quarto fica limpo? Não. Apenas não se vê, mas a sujeira ainda está lá. Em Cristo Jesus não é assim, não se trata de fingir estar curado, mas curar realmente! Nós, os batizados, estamos todos neste processo de cura, mas temos ainda o mal em nós (pela concupiscência → CUPIDEZ: avidez/cobiça de bens materiais ou sensíveis). Seremos curados/salvos quando formos santos e imaculados (sem mancha) pelo amor-caridade (cf. Ef. 1, 4-6) ao lado do Senhor, na vida eterna.

Ser Imaculada, não significa que Maria fosse isenta da possibilidade de pecar. Como mulher, ela possuía a Liberdade, dom que Deus dá a todos nós. Ela foi livre para decidir. E sempre decidiu por fazer a vontade do Senhor (cf.Lc. 1, 38).

batismo-frameA Graça vem em socorro a todos nós, pelos sacramentos. Mas é preciso colaborar com ela! Com a presença de Cristo em nós e nosso empenho pessoal, podemos vencer o pecado. Pois é preciso resistir até o sangue na luta contra o pecado! (cf.Hb. 12, 4).

ALEGRA-TE, VIRGEM MARIA, CHEIA DE GRAÇA! ROGA POR NÓS, PECADORES, PARA QUE POSSAMOS NOS TORNAR COMO TU: CHEIOS DE GRAÇA!

Anúncios

Um comentário em “Homilia da Solenidade da Imaculada Conceição da Virgem Maria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s