3º Domingo do Advento, Ano A

Informações básicas:

– “Ide contar a João o que estais ouvindo e vendo: os cegos recuperam a vista…”

– Oração –  celebrar as alegrias da salvação com intenso júbilo na solene liturgia.

– Leituras: Is 35,1-6.10; Sl 145; Tg 5,7-10; Mt 11,2-11.

És tu aquele que há de vir ou devemos esperar um outro?

adv3Neste domingo, novamente temos como um dos personagens centrais do trecho evangélico a figura de João Batista. Agora, já na prisão, João envia seus discípulos a Jesus. Ele, por sua vez, começa o seu ministério público somente após a prisão de João (isto, no Evangelho de S. Mateus). Talvez para destacar que Sua missão começa com o fim da missão de João Batista. Ou ainda, como profecia: a mesma sorte violenta, sofrida por João, caberá também a Jesus.

João pregou a verdade, opondo-se aos poderosos. De modo particular, o Tetrarca Herodes Antipas, que viva maritalmente com a mulher de seu irmão Filipe. Essa mulher não perdoa João a ponto de prendê-lo. Possivelmente, em seu íntimo, João se questionava: se Jesus é o Messias, por que os maus ainda levam a melhor sobre os justos? Por isso, envia seus discípulos até o Senhor.

Jesus convida-lhes a transmitir tudo o que viram e ouviram, isto é, as obras de salvação do Messias, manifestadas por Ele. A Boa-Nova do Evangelho realiza maravilhas e prodígios na vida dos que creem, muda-lhes a vida. É isto que devem eles anunciar a João. As coisas devem piorar: João em breve morreria na prisão e até mesmo  Jesus seria condenado a morte de cruz. Assim, a Boa-Nova da Salvação não consiste em um “paraíso de facilidades”, mas exige de seus ouvintes um envolvimento pessoal. É realizar através de nossas vidas o Seu grande projeto de Salvação.

Como Primeira Leitura, temos um trecho de Isaías (Is 35,1-6.10) em estilo apocalíptico, onde Isaías descreve a Revelação da Nova Criação: abrirão os olhos dos cegos e se descerrarão os ouvidos dos surdos… Observamos quase que as mesmas palavras usadas por Jesus no Evangelho, onde convida os discípulos de João Batista a contar-lhe as maravilhas vistas e ouvidas. Isaías acrescenta: É o próprio Deus que vem para vos salvar. Também nós exclamamos com o salmista: Vinde Senhor, para salvar o vosso povo! (Sl. 145).

 Muitas vezes, somos nós que temos as mãos enfraquecidas e os joelhos vacilantes. Hoje é o DOMINGO DA ALEGRIA porque o Senhor, nosso Deus, vem nos Salvar! É a presença do Senhor que muda a nossa vida e, é para a melhor! Por isso, a liturgia nos convoca: CRIAI ÂNIMO! TENDE CORAGEM!

Na Segunda Leitura, São Tiago nos convida a constância (perseverança) em nossa fé. Assim como o agricultor espera pacientemente o fruto, fiquemos firmes na esperança do Senhor que vem! E desde já, ele está mudando nossas vidas. Suportemos o sofrimento com a perseverança dos profetas, como fez João Batista. E não tenhamos dúvida: o Senhor vem para salvar o povo que é Dele.

Anúncios

Um comentário em “3º Domingo do Advento, Ano A

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s