4º Domingo do Advento, Ano A

Informações básicas

– Eis que a virgem conceberá…

– Oração –  conhecendo pela mensagem do anjo a encarnação de vosso Filho.

– Leituras: Is 7,10-14; Sl 23; Rm 1,1-7; Mt 1,18-24.

Ela dará a luz um filho, e tu lhe dará o nomes de Jesus, pois ele vai salvar o seu povo dos seus pecados…

tempo-do-advento-4Este último domingo do Advento, desse os primórdios do cristianismo, é dedicado a missão da Virgem Maria na História da Salvação. É por assim dizer, festa mariana. Neste Ano A, porém, São Mateus nos apresenta, ligada à missão de Maria, também a função de José. Este já compromissado[1] com Maria, ainda não moravam juntos. Neste período, Maria fica grávida por obra do Espírito Santo que cria nela a novidade absoluta: a Encarnação de Deus. Com a colaboração de uma criatura humana, Deus dá início a uma nova Humanidade. Mas para o pobre José, era demais. Realmente, era algo além da imaginação.

Então, o anjo do Senhor lhe aparece em sonho, lhe diz que deve ter confiança e crer em Maria, pois o Filho vem do Espírito Santo. Ela dará à luz um filho, e tu lhe darás o nome de Jesus (que quer dizer: Deus Salva), pois ele vai salvar o seu povo dos seus pecados, diz o anjo.

Assim, se cumpre a profecia de Isaías mencionada na primeira leitura. Diante da ameaça dos invasores, Isaías propõe ao rei Acaz que peça um sinal a Deus. Este não era temente ao Senhor e, assim, despreza o pedido. Mas, a contragosto, Deus mesmo lhe dá um sinal: Eis que uma virgem conceberá e dará à luz um filho, e lhe porá o nome de Emanuel. Esta Jovem grávida se torna uma grandiosa figura poética e profética da salvação oferecida por Deus. É o nascimento da vida nova! Como profecia, o texto foi conservado para as futuras gerações.

nossa-senhora-gravidaA palavra em hebraico correspondente a jovem mulher [‘almah], em grego vem traduzido como virgem [parthenos]. Com o passar do tempo, a profecia muda de forma e destaca-se o aspecto miraculoso de um parto virginal. Contudo, originalmente não era assim entendida a profecia. Foi o fato histórico do nascimento de Jesus da Virgem Maria que permitiu compreender o real significado da profecia de Isaías.

Contemplamos no salmo 23 um antigo texto da liturgia de ingresso. É o Senhor (presente na Arca da Aliança) que adentra o Santuário ou o movimento de subida para o Templo. MÃOS PURAS (Ação) e CORAÇÃO INOCENTE (intenção) são qualidades necessárias o fiel receber a benção da passagem do Senhor.  Vinde Senhor da Glória, entrai em nossas vidas!

Temos como trecho da segunda leitura, a saudação inicial da Carta aos Romanos. Esta rica de sentido teológico: a apresentação de Jesus em suas duas naturezas: descendente de Davi, segundo a carne (verdadeiro homem) e autêntico Filho de Deus (segundo a Ressurreição, sendo verdadeiro Deus). É o mesmo menino que chegará até nós no Natal. Todos nós, que somos chamados ao Evangelho da Salvação, somos chamados à obediência da fé, assim como São José. Obedecer a Deus é crer Nele, pois somente se mostra a fé obedecendo. Não nos esqueçamos de que a nossa obediência a Deus também revela o quanto O amamos. A caminhada com Deus nunca é de “religiosidade cega”, mas relacional. Fomos criados por Deus e para Deus para um relacionamento pessoal e íntimo com Ele. Na “obediência da fé” abramos nosso coração e nos preparemos para a chegada do Menino-Deus que vem no Natal.

___________

[1] O Evangelho explica que Maria estava desposada com José. Ainda que a palavra “desponsório” hoje signifique compromisso matrimonial (ou o noivado, a petição da mão), na época bíblica representava um acordo que tinha inclusive mais peso legal que um casamento. O rito do desponsório era realizado um ano antes do casamento propriamente dito. O casal comprometido já era considerado como marido e mulher; é por isso que o evangelista São Mateus os chama de “esposo” e “esposa”. Esperava-se que os noivos fossem fiéis ao longo desse ano de compromisso.

Anúncios

2 comentários em “4º Domingo do Advento, Ano A

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s